Agora MT Brasil Comissão do Senado adia votação do PL que regulamenta cigarro eletrônico
ANVISA PROÍBE O PRODUTO

Comissão do Senado adia votação do PL que regulamenta cigarro eletrônico

Projeto está em análise na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado

Imagem: cigarros eletronicos Comissão do Senado adia votação do PL que regulamenta cigarro eletrônico
Venda dos cigarros eletrônicos é proibida no país desde 2009 – Foto: JOÉDSON ALVES/ AGÊNCIA BRASIL

A votação do Projeto de Lei (PL) 5.008/2023, que regulamenta a produção, a comercialização, a fiscalização e a propaganda de cigarros eletrônicos no Brasil foi adiada pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, nesta terça-feira (11). O adiamento atendeu pedido feito pela senadora Damares Alves (Republicanos-DF), que apresentou requerimento de adiamento de discussão aprovado simbolicamente pelo colegiado.

O PL, de autoria da senadora Soraya Thronicke (Podemos-MS), estabelece uma série de exigências para a comercialização dos chamados dispositivos eletrônicos para fumar, incluindo apresentação de laudo de avaliação toxicológica para registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa); cadastro na Receita Federal de produtos fabricados, importados ou exportados; e cadastro no Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro).

“A crescente utilização dos cigarros eletrônicos tem acontecido à revelia de qualquer regulamentação. Do ponto de vista da saúde, não há controle sanitário sobre os produtos comercializados e as embalagens não apresentam advertências ou alertas sobre os riscos de sua utilização”, destaca o texto. O relator do projeto, senador Eduardo Gomes (PL-TO), acolheu emenda que dobra de R$ 10 mil para R$ 20 mil a multa para venda de cigarros eletrônicos para menores de 18 anos.

Durante a sessão desta terça-feira, o presidente da CAE, senador Vanderlan Cardoso (PSD-GO), informou que o PL deve retornar à pauta da comissão em 30 dias. O parlamentar destacou, entretanto, que, quando voltar à análise do colegiado, o texto poderá ser alvo de um pedido de vista, postergando outra vez a votação.

Proibição

No Brasil, a regulamentação de cigarros eletrônicos está sob responsabilidade da Anvisa que, desde 2009, proíbe o produto. Em abril, a diretoria colegiada da agência optou por manter a vedação. Com a decisão, qualquer modalidade de importação desses produtos fica proibida, inclusive para uso próprio.

A resolução da Anvisa que mantém a proibição da fabricação, da importação, da comercialização, da distribuição, do armazenamento, do transporte e da propaganda de dispositivos eletrônicos para fumar pode ser acessada aqui.

Entenda

Os dispositivos eletrônicos para fumar também são conhecidos como cigarros eletrônicos, vape, pod, e-cigarette, e-ciggy, e-pipe, e-cigar e heat not burn (tabaco aquecido). Embora a comercialização no Brasil seja proibida, eles podem ser encontrados em diversos estabelecimentos comerciais e o consumo, sobretudo entre os jovens, tem aumentado.

Desde 2003, quando foram criados, os equipamentos passaram por diversas mudanças: produtos descartáveis ou de uso único; produtos recarregáveis com refis líquidos (que contém, em sua maioria, propilenoglicol, glicerina, nicotina e flavorizantes), em sistema aberto ou fechado; produtos de tabaco aquecido, que possuem dispositivo eletrônico onde se acopla um refil com tabaco; sistema pods, que contém sais de nicotina e outras substâncias diluídas em líquido e se assemelham a pen drives, entre outros.

A maioria dos cigarros eletrônicos usa bateria recarregável com refis. Esses equipamentos geram o aquecimento de um líquido para criar aerossóis (popularmente chamados de vapor) e o usuário inala o vapor.

Os líquidos (e-liquids ou juice) podem conter ou não nicotina em diferentes concentrações, além de aditivos, sabores e produtos químicos tóxicos à saúde – em sua maioria, propilenoglicol, glicerina, nicotina e flavorizantes.

Relacionadas

Defensoria cobra afastamento cautelar de PMs e rigor nas investigações sobre prisão ilegal de defensor e procurador do Estado

Na última sexta-feira (12), a defensora pública-geral de Mato Grosso, Luziane de Castro, formalizou uma representação ao comandante-geral da Polícia Militar, coronel Alexandre Mendes....

Polícia Militar prende três pessoas e apreende três armas de fogo

A Polícia Militar prendeu três homens em flagrante pelos crimes de porte ilegal de arma e associação para tráfico de drogas, em ocorrências registradas...

Motorista desvia de cachorro na BR-364 e carro cai em ribanceira

Um carro Corolla ficou destruído ao cair em uma ribanceira, após o motorista desviar de uma cachorro, no KM-213 da BR-364, saída de Rondonópolis-MT...

Ministério da Saúde amplia SUS Digital e começa implantação de prontuário unificado

O ministério da Saúde anunciou, nesta terça-feira (16), ampliações feitas no sistema digital do SUS, que incluem o início da implantação do prontuário unificado...

Algodão | Preços permanecem sob pressão com demanda fraca

Os preços no mercado de fios seguem sob pressão. A fraca demanda em muitos países, inclusive da China, vem afetando as cotações nos últimos...

Mega-Sena sorteia nesta terça-feira prêmio acumulado em R$ 21 milhões

As seis dezenas do concurso 2.749 da Mega-Sena serão sorteadas, a partir das 20h (horário de Brasília), no Espaço da Sorte, localizado na Avenida...

Integrante de organização criminosa é preso em flagrante após tentar matar homem a tiros

Equipes da 12º Companhia Independente de Polícia Militar prenderam, na noite do último domingo (14), um jovem de 22 anos, suspeito de tentativa de...

Graciele Lacerda mostra o bebê e revela o nome escolhido

A influenciadora Graciele Lacerda está esperando seu primeiro filho ou filha com o cantor Zezé Di Camargo. E agora, quatro dias após revelar a gestação, ela resolveu...

Homem é preso suspeito de mostrar órgão genital para moradores do bairro Santo Antônio

Um homem foi preso pela Polícia Militar (PM), suspeito de mostrar o órgão genital para moradores, na rua Bartira, no bairro Santo Antônio, na...

Especiais

Últimas

Editoriais

Siga-nos

Mais Lidas