18 homens deixaram hoje o presídio da Mata Grande, a maioria deles vai cumprir o restante de suas penas em regime semi-aberto em casa, já que o complexo prisional de Rondonópolis não possui local adequado para que os reeducandos possam cumprir o regime na Mata Grande.

Mais trabalho para as policias civil e militar, que levam, até meses, para prender alguns elementos, que por falta de estrutura são postos em liberdade, podendo voltar novamente ao mundo do crime.

Como diria o velho filósofo, agora é ficar com um olho no peixe e outro no gato, ou seria melhor no gatuno?

Advertisements
Leia também:  Jota Silva quer disputar cadeira na AL em 2018

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.