FOTO ARQUIVO - AGORA MT

Servidores da Coder (Companhia de Desenvolvimento de Rondonópolis) vão se reunir na terça-feira (9), na sede da empresa, às 7h, para uma assembleia que vai decidir se os funcionários entram em greve ou não pela falta de implantação do PCCS (Plano de Cargos, Carreiras e Salários) no prazo previsto.

O presidente do Sispmur (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Rondonópolis), Rubens Paulo, afirmou que já houve a paralisação pelo mesmo motivo em janeiro deste ano e que só voltaram os serviços porque a Coder declarou que iria fazer a implantação até 1º de agosto, o que até o momento não aconteceu.

Rubens comentou que durante a assembleia serão ouvidos os servidores para ver o que deve ser feito. “Vamos dar o prazo de uma semana para que a empresa faça a implantação do plano, caso isso não aconteça há a possibilidade dos servidores entrarem em greve”, fala.

Leia também:  Ministros participam de inauguração na Santa Casa
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.