O Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico de Rondonópolis e presidente Regional do Partido Social Liberal (PSL), Valdemir Castilho, o Biliu, tem se mostrado insatisfeito com as articulações políticas feitas pelo cacique do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) para a s eleições de 2012.

Segundo informações Biliu, estaria se sentindo traído por Bezerra e parte do PMDB, já que nas eleições de 2008, o seu partido, o PSL, teria sido o principal articulador da frentinha (aliança de pequenos partidos) que se uniram ao PMDB para eleger o prefeito José Carlos do Pátio. Ouvido pela reportagem do AGORA MT Biliu confirmou seu descontentamento e revelou que achou estranha a matéria publicada em um site cuiabano que afirmava que Bezerra estaria começando a conversação com os partidos para compor uma aliança para 2012. “Em 2012 fomos parceiros de primeira hora do grupo que elegeu Pátio, mas, vejo agora que neste momento fomos esquecidos por Bezerra e seu grupo”, reclamou Biliu, que relembrou, “Foi o PSL o principal articulador da frentinha que elegeu Pátio em 2008, ninguém queria entrar na chapa do PMDB e ficar sem chances de eleger vereadores, foi o PSL que arregaçou as mangas e iniciou as conversações, que acabaram trazendo para o grupo, o  PMN, PSC, PV, PC do B,  PT do B além do PSDB que ficou com a vice-prfeitura”.

Leia também:  “Apesar do alto investimento, não estamos constatando melhorias na saúde”, diz vereador Silvio Negri

Quanto ao relacionamento como prefeito José Carlos do Pátio, Biliu foi categórico, “Como em todas as situações da vida de qualquer, enfrentamos altos e baixos, mas, o prefeito, sempre se mostrou parceiro e agradecido ao PSL. (…) O que sentimos é que o grupo de Bezerra tem se mostrado ingrato com o prefeito e alguns partidos da base aliada de Pátio, tudo por causa da briga interna deles. (…) O PSL está no governo de Pátio para contribuir com a cidade de Rondonópolis, esse é objetivo do Partido”, garantiu Biliu.

Biliu ainda aproveitou para cutucar o deputado federal Carlos Bezerra, que trabalha o novo arco de aliança do PMDB, “Rondonópolis esta cada vez mais preparada para dar respostas aos caciques de partidos e para quem decide as alianças partidárias entre  quatro paredes, sempre levando em consideração apenas seus interesses pessoais, todos podemos contribuir e sermos produtivos, as eleições estão próximas e a população saberá dar o troco a estes figurões”, disparou o presidente regional do PSL.

Leia também:  Mensagem com novos números do Samu é mentirosa

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.