Cláudia Fernandes - Prof no LaSalle - Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

“É preciso ter paixão para ser professor”, afirma a professora e mestranda Claudia S. Fernandes, que leciona há 26 anos e destaca a importância dos mestres na formação da sociedade. Neste sábado (15/10) é comemorado o Dia do Professor.

A vocação ou sacerdócio do professor vai além de apenas ministrar aulas, é uma atividade que requer envolvimento integral para saber lidar com as diversas situações de cada criança e adolescente respeitando a limitação e incentivando que o aluno aprenda e cresça a cada dia. “Não existe mistério ensinar quem tem facilidade de aprender, a diferença está em acreditar, motivar e capacitar o aluno que é desinteressado ou tem dificuldade de compreensão e a nós professores cabe essa missão”, declarou Claudia.

Leia também:  Rondonópolis e outros seis municípios correm o risco de perder zona eleitoral

A professora lembrou a responsabilidade que os docentes têm em preparar os jovens para que no futuro tenham êxito. “Nosso trabalho é semelhante ao dos pais de nossos alunos, nos preocupamos com o futuro deles e nos dedicamos para que estejam preparados para encarar o mundo”, relatou.

De acordo com a professora, participar da transformação das crianças e adolescentes é algo único e não há recompensa igual. “Se os professores trabalhassem apenas pelo salário, com certeza o déficit de educadores nas salas seria enorme. É preciso ter paixão pelo para ser um educador”, concluiu Claudia.

O professor Rubens de Oliveira Paulo, presidente dos Sindicatos dos Servidores Públicos do Município de Rondonópolis (Sispmur), endossa a afirmação da professora e observa que o sindicado trabalha com intuito de valorizar a categoria para que estejam mais satisfeitos.

Leia também:  FGTS | Caixa Econômica abrirá neste sábado para pagamento de contas inativas

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.