O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Rondonópolis (Sispmur) vai entrar com uma ação por danos morais contra a prefeitura de Rondonópolis para defender os direitos dos servidores que estão sendo prejudicados. Centenas de servidores que fizeram empréstimo consignado com desconto na folha de pagamento estão com o nome restrito no Serasa porque a prefeitura de Rondonópolis não teria repassado o pagamento referente a outubro, valor que já foi descontado dos funcionários.

O presidente do Sispmur, Rubens Paulo, comentou que essa situação vem acontecendo há anos e que todas às vezes os servidores precisam passar por constrangimentos por estarem com o nome restrito. “Também vamos enviar um pedido para o Ministério Público porque o município ao não repassar o pagamento está se apropriando de algo que não lhe pertence, já que o dinheiro foi descontado do servidor para que fosse quitada a dívida e isso não aconteceu. Vamos cobrar do Ministério Público uma solução para que isso não aconteça mais”, conta.

Leia também:  Prefeitura esclarece informações acerca do Carnaval publicadas em matéria

Rubens falou que todos os servidores que estiverem na mesma situação podem procurar o sindicato tendo em mãos o holerite e a comunicação enviada pelo banco ou pelos órgãos de restrição de crédito.


 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.