O feirante Ezequiel de Souza Carmo (30) foi preso na manhã desta quinta-feira (12) acusado de agredir, às 10h30 a ex-companheira, a diarista Vanessa Gonçalves da Silva no bairro Parque São Jorge.

Uma testemunha que é amiga da vítima informou a Polícia Militar que por volta das 4h da madrugada o feirante arrombou a porta da casa de Vanessa e a ameaçou de morte, mas a vítima e a testemunha saíram da residência.

Por volta das 10h o feirante retornou a casa, surpreendeu Vanessa e começou a agredi-la com socos no ouvido e torcendo seu braço esquerdo.

A diarista Vanessa afirmou em depoimento que conviveu com Carmo  por dois meses, mas que não teve nenhum filho com ele. Ela disse que o feirante teve ciúmes dela ter engravidado de outro homem e depois disso, o rapaz foi até sua residência, à ameaçou e foi agredida.

Leia também:  Vítimas reagem a assalto e apreendem suspeito até chegada da Polícia

O feirante Carmo nega em depoimento que tenha agredido Vanessa. Ele disse que discutiu com a diarista por ela ter avançado nele e ter dado socos e pontapés. Carmo disse que a culpa da briga é da testemunha amiga de Vanessa, em que ele afirma que ela é usuária de drogas e que passa maus exemplos a diarista. O feirante relatou que a vítima está grávida de dois meses, mas no Boletim de Ocorrência consta que a mulher espera por um filho a cerca de 30 dias.

O casal foi encaminhado para o Centro Integrado de Segurança e Cidadania (Cisc) para prestarem esclarecimentos.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.