O auxiliar de serviços gerais Francisco de Lima Moura (40) trocou agressões com o auxiliar agrícola Juliano Wagner da Cruz (28) na tarde deste domingo (19/02) no bairro Alfredo de Castro. De acordo com informações da Polícia Militar (PM), que recebeu uma denúncia anônima, Francisco Moura estava ensanguentado em um bar da região e apresentava um corte na cabeça e reclamava de fortes dores do braço direito.

O auxiliar de serviços gerais informou a PM que havia sido agredido por Juliano com socos, pontapés e ainda com um pedaço de madeira. A PM contou com a ajuda do carro do grupo Aurora 2 e localizou o auxiliar agrícola próximo de sua residência.

Leia também:  Mãe é suspeita de matar o filho à pauladas em Primavera do Leste

Juliano Cruz disse a PM que Francisco Moura havia furtado seu botijão de gás no dia 17 deste mês, depois que o auxiliar agrícola tinha saído de casa. Juliano suspeitou que Francisco era o autor do furto e resolveu ir até a casa dele e o mesmo confessou ter levado o botijão de gás.

O local da briga é contraditório, pois enquanto Francisco afirma no Boletim de Ocorrência (BO) que foi agredido por Juliano Cruz quando dormia em casa, o auxiliar agrícola alega que viu Moura passar em frente de sua residência e os dois começaram a trocar as agressões.

Francisco Moura foi encaminhado para o Pronto Atendimento (PA) onde ficou em observação e depois iria ser levado para o Centro Integrado de Segurança e Cidadania (CISC). Juliano também foi encaminhado ao CISC para registro do Boletim de Ocorrência (BO).

Leia também:  Incêndio na Biblioteca Municipal de Rondonópolis

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.