Geovane Cardoso da Silva há 24 anos e 2 meses de prisão pelo assassinato de Diego Alencar. Foto Varlei Cordova/AGORA MT

“A sentença não trará meu irmão de volta, mas acredito que justiça foi feita e será menos uma pessoa para trazer danos à sociedade” essa foi a declaração de Delian Alencar, irmã de Diego Oliveira Alencar Lima (26), após ouvir a sentença proferida pelo juiz 1ª Vara Criminal de Rondonópolis, Wladimir Perry, que condenou Geovane Cardoso da Silva há 24 anos e 2 meses de prisão pelo assassinato de Diego Alencar no dia 04 de abril de 2010. O julgamento iniciou hoje (03/02) às 9h da manhã e durou cerda de 10 horas e meia.

O advogado de defesa, Nelson Pereira Lopes, disse que irá recorrer da sentença e acredita que tem 99% de chance de ser cancelada, pois não houve as agravantes apresentadas pelo promotor justiça, o motivo torpe, o elemento surpresa e a falta de condições de defesa da vitima. Quando o crime foi um homicídio simples.

Leia também:  Programação do 2º Festival Esportivo das Águas inclui aeromodelismo, aulões e jogos ao ar livre

O promotor de justiça, Henrique Schneider, afirma que a pena foi justa e amenizará a dor da família de Diego, apesar de não trazê-lo de volta, e também responde anseio de justiça da sociedade.

Entenda o caso

Consta no processo que no dia 04 de abril de 2010 houve um briga em Geovane Cardoso da Silva e dois rapazes, na saída de uma casa de show na Avenida Lions Internacional e após serem separados, Geovane passou de frente ao local e disparou cinco tiros na direção onde supostamente os rapazes envolvidos na briga estariam.

Dos disparos um tiro acertou a cabeça de Diego Alencar que veio a óbito dois dias após o acaso. Um dos tiros acertou também as costas de Geraldo Coelho de Lima Neto, que trabalhava no estabelecimento na época.

Leia também:  Luverdense perde do Inter com gol polêmico no final

Após o fato Geovane e os colegas fugiram do local e foram encontrados posteriormente pela Policia Militar e desde então o acusado se encontrava na cadeia da Mata Grande.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.