Rosângela foi detida na tarde desta quinta-feira com o seu compnaheiro - Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

Rosângela Martinez Laços, 38 anos, e seu companheiro Paulo Benedito dos Santos, 57 anos, foram detidos depois de denuncias de que a dupla praticava estelionato. Oito pessoas compareceram no Cisc e reconheceram os dois como os autores do crime.

Uma das vítimas, o vendedor Daniel Santos, contou que conheceu Rosângela há cerca de um ano através de um amigo e que ela se apresentou como mulher de Paulo que é dono da Construtora Santos. “Ela oferecia uma maneira fácil de se conseguir a casa própria através do programa ‘Minha Casa, Minha Vida’”, fala.

Segundo Daniel, Rosângela o levou para ver um terreno que fica no bairro Parati, próximo à rodoviária nova, e disse que o custo do local se encaixava no seu perfil financeiro. “A partir daí entreguei toda a documentação a ela que ficou de resolver a parte burocrática na Caixa Econômica, para isso ela pediu R$ 700 para dar início na papelada”, alega.

Leia também:  Motorista é mantido em cárcere privado durante roubo e carreta é recuperada
As vítimas aguardavam para depor no Cisc - Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

Daniel chegou a ir no cartório, Creas e até na Secretaria de Meio Ambiente junto com Rosângela para assinar documentos e ele só desconfiou depois de algum tempo quando percebeu que a construção da casa não saia do papel. “Nesse período ela me disse que a Caixa havia pedido R$ 4 mil de entrada que foram pagos a ela que chegou a me dar recibos. Comecei suspeitar dela devido a demora para o início da casa então resolvi cancelar o contrato, mas ela me disse que isso não era possível”, conta.

O vendedor Daniel procurou o dono do terreno que afirmou que nunca o vendeu para ninguém, então, Daniel foi até o Procon que solicitou a presença de Rosângela, mas no dia da audiência ela não apareceu. “Ela alegou que só se apresentaria na frente de um juíz”, afirma.

Leia também:  PRF prende motociclista por porte ilegal de arma na BR-163

Daniel constatou que Rosângela nunca chegou a dar entrada em sua documentação na Caixa Econômica. Segundo informações dos envolvidos todos foram vítimas do mesmo golpe, inclusive na compra do mesmo terreno. Uma pesquisa feita pela Polícia mostra que Rosângela já responde por 14 processos de estelionato. A Polícia acredita que possa haver outras vítimas.

 

 

 

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.