O Ministério da Educação prorrogou o prazo para inscrições no Programa Nacional de Inclusão de Jovens (ProJovem) Urbano 2012. Os interessados terão até de 15 de junho para se alistarem nas 12 escolas estaduais que ofertarão o programa em Mato Grosso.

Segundo o técnico da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e coordenador do programa no Estado, Itamar José Bressan, a mudança foi necessária para que Estados e municípios de todo o País tenham mais tempo para preencherem as vagas disponíveis. Para Mato Grosso são 2.000 e até o momento 424 pessoas se inscreveram, o que representa 21,2% do total.

“O último prazo era dia 30 de abril e com a prorrogação para dia 15 de junho teremos mais de um mês para intensificarmos o trabalho de divulgação do ProJovem”, disse. O programa oferta aos jovens de 18 a 29 anos, que não concluíram o Ensino Fundamental, a oportunidade de concluírem os estudos em 18 meses e ainda adquirirem qualificação profissional para inserção no mercado de trabalho. Os participantes ainda recebem ajuda de custo mensal de R$ 100.

Leia também:  Inscrições do concurso público da UFMT já estão abertas

Itamar Bressan conta que em breve a Seduc divulgará edital de processo seletivo para contratação de 70 educadores que trabalharão com o programa, em sala de aula. “Esses profissionais também nos ajudarão dentro desse período na divulgação e na sensibilização do público alvo, para participação”, afirmou.

Municípios e Cursos

Com a prorrogação das inscrições, as aulas antes previstas para início no dia 07 de maio passaram para 18 de junho. Ao todo haverá atividades em nove municípios pólos do Estado com a oferta de cursos em 12 Escolas.

As Escolas Gabriel Pinto de Arruda de Cáceres e Antonio Carlos de Brito de Pontes e Lacerda ofertarão os cursos de Construção e Reparos I. As unidades Leonel Brizola, de Sorriso; e Silvestre Jardim, Daniel Moura, Carlos Barbosa e São Jorge, de Rondonópolis, ofertarão Telemática. As escolas Emanuel Pinheiro, Felinto Müller e Manoel Murtinho, de Tangará da Serra, Barra do Garças e Diamantino, respectivamente, ofertarão Construção e Reparos II.

Leia também:  Governo vai recuperar perímetro urbano de rodovia em Alto Araguaia

Por sua vez os matriculados na escola Cremilda Viana, de Primavera do Leste, receberão qualificação em Saúde e a unidade Marinês Fátima Teixeira, de Alta Floresta ofertará o curso de Agroextrativismo.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.