Reunião aconteceu na sede da Promotoria - Foto: Ronaldo Teixeira / AGORA MT

Os representantes do Ministério Público, Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis (Sanear), Financial Construtora Industrial Ltda, Conselho de Municipal de Segurança Pública (Conseg) e presídio Major Eldo de Sá Corrêa ‘Mata Grande’ assinaram um Compromisso de Ajustamento de Conduta em relação a situação de queimadas na deposito de lixo municipal.

A reunião teve como objetivo evitar a poluição ambiental provocada pelo mau gerenciamento, destinação final, dos resíduos sólidos do deposito, pois constantemente é posto fogo no local, além da presença de catadores de lixo tem contado com o material que é despejado no local. E também pelo fato de que a disposição inadequada dos resíduos sólidos é uma ameaça à saúde pública e agrava a degradação ambiental.

Leia também:  Avroc realiza hoje feijoada beneficente

Em acordo os representantes dos órgãos assinaram um compromisso, junto ao promotor de justiça Henrique Schneider Neto, de adotar como medida emergências, num prazo de 30 dias a contar do dia 29 de mais quando foi assinado o acordo, o trabalho de continuidade para a compactação e aterramento da vala de lixo, restabelecer o cercamento da área, proibir o acesso de catadores de lixo, principalmente no período noturno.

A direção da Mata Grande se comprometerá em dar apoio policial, sempre que houver indícios de irregularidade no local, principalmente quando houver perigo de queimadas. E o Conseg irá realizar ações junto aos catadores de lixo a fim de dar orientação com relação as queimadas e outras condutas inadequadas.

Leia também:  Alunos da UFMT de Rondonópolis visitam Arquivo Público de Mato Grosso
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.