Em visita ao prédio do Centro de Apoio à Agricultura Familiar na manhã desta quinta (21), o prefeito Ananias Filho(PR) disse que a administração pública vai retomar a obra de conclusão do edifício nos próximos dias. “Num intervalo de três a seis meses estaremos com a obra encerrada”, contou o gestor municipal. A vistoria foi acompanhada pelo deputado federal Wellington Fagundes (PR), o vereador Lourisvaldo Manoel de Oliveira, o Fulô (PMDB), e outras autoridades.

A reitora da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Maria Lúcia Cavalli Neder, presente a visita, aproveitou a oportunidade para entregar ao prefeito documento onde expressava a vontade da UFMT de administrar o Centro. “O ideal seria a cessão por meio de comodato (contrato unilateral e gratuito), pois assim poderíamos executar reformas e melhorias quando necessário”, defendeu.

Leia também:  Morre Eloy Prata, pioneiro de Rondonópolis

Maria Cavalli Neder lembrou que será preciso consultar a Advocacia Geral da União (AGU) – órgão responsável pelo setor jurídico de universidades federais, para verificar de que forma poderá ser feito o convênio entre administração municipal e UFMT.

“Existe a vontade política e o interesse por parte do prefeito, dos diversos políticos e da universidade para fechar o convênio e entregar este benefício para a sociedade o quanto antes, contudo é preciso ter cautela e ver qual a melhor forma de levar este projeto adiante”, observou a reitora.

Wellington Fagundes, deputado da bancada federal responsável pela emenda parlamentar de R$ 2 milhões que possibilitou a construção do Centro, disse que a unidade irá beneficiar tanto os alunos do campus de Rondonópolis quanto os pequenos produtores rurais. “Os professores lutaram por este espaço que vai ajudar em muito o desenvolvimento da prática de ensino acadêmica”, contou Fagundes.

Leia também:  Inscrições para a 6ª Corrida ACIR Rondon encerram nesta terça

Ananias Filho ressaltou os ganhos que todos terão quando o centro estiver em funcionamento. “Queremos ceder o espaço para que ele seja usado em todas as áreas de conhecimento. O local vai servir para realizar treinamentos, desenvolver projetos de pesquisas e extensão, e vai atender alunos de diversos cursos, tais como Biologia, Agronomia, Geografia e outros”, disse Ananias.

O prefeito disse que o projeto deve beneficiar municípios circunvizinhos. “Quando pronto, o Centro de Apoio deve atender pequenos produtores rurais de municípios da região Sul”.

CENTRO DE APOIO

A unidade, quando ampliada, deve abrigar projetos de beneficiamento de leite, frutas, carnes e mandioca, além de laboratório, setor de informática, auditório para formação do pequeno produtor e área para exposição e comercialização dos produtos. O complexo pode contar ainda com um prédio exclusivo para abrigar o Centro de Transferência de Embriões do Programa de Melhoramento Genético.

Leia também:  Atletas de Rondonópolis se destacam em competição nacional
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.