Zé Coca. Foto Varlei Cordova/ AGORA MT

Os moradores de Rondonópolis podem conferir, até o próximo dia 25 de julho no Museu Rosa Bororo, a exposição “Rastros que Contagiam” que conta com aproximadamente 60 peças dos artistas plásticos Zé Coca, Gerson Costa e Junio Silva.

Vítima de um acidente automobilístico, Zé Coca, disse que aprendeu a pintar em 2008 no Hospital Sarah Kubitschek, enquanto se recuperava de um acidente que o deixou de cadeira de roda. Com cores fortes e vibrantes o artista plástico procura pintar telas que levem as pessoas à refletir sobre a vida.

Com desenhos voltados para o abstrato, mas com uma característica própria, Coca já expôs obras em várias partes do Brasil e também no exterior, como por exemplo, em Portugal.

Leia também:  Sanear passará a cobrar taxa de lixo a partir de outubro
Gerson Costa

Também vítima de acidente e dependente de cadeira de rodas, Gerson Costa, que procura retratar a natureza e as pessoas, afirma que a pintura é um momento de muita satisfação e constantemente dá nova vida as tela que pintou, pois acredita na constante mudança.

Gerson lamenta o pouco incentivo para dos governantes e ressalta que Rondonópolis têm muitos artistas de qualidade, mas que estão escondidos.

Com pouco mais de sete meses como artista plástico, mas com talento nato, Junio Silva, relata que a pintura é um momento satisfação onde procura pintar a natureza e trazer movimento e vida para as gravuras.

Junio Silva

Um dos focos da exposição, segundo Zé Coca, é mostrar a inclusão social e apontar que as pessoas podem de superar as limitações. Durante a exposição os visitantes podem conferir os artistas criando alguma obra, além de trocar experiências.

Leia também:  Entidades se reúnem para discutir o comércio ilegal
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.