O município de Ribeirãozinho (627 km de Cuiabá – microrregião de Barra do Garças) terá candidato único a prefeito na eleições de outubro, com Marcos Moreira (PSD) buscando a reeleição. A oposição no município recuou do projeto de candidatura e optou por ter somente chapa para vereador, conforme anunciou o vereador Arlan Katulé (PMDB).

O município 2.3 mil habitantes e 1.9 mil eleitores. O vereador Arlan Katulé  explicou que se gasta muito para ter um candidato a prefeito e por isso o grupo decidiu recuar desse projeto e terá seis candidatos a vereador dos partidos PMDB, PTB e PSB.

O prefeito Marcos, cauteloso sobre a possibilidade de concorrer sozinho, preferiu não comemorar  antecipadamente. “Existe a possibilidade de candidatura única em Ribeirãozinho, mas eu prefiro aguardar o registro das candidaturas”, argumentou o socialista.

Leia também:  Pró-Limão transforma vida de pequenos produtores rurais em Mato Grosso

Marcos informou que o dele terá chapa com 16 candidatos a vereador dos partidos: PSD, PR, PDT e DEM e que a vereadora Lucilene Rosa Bento (DEM) foi escolhida para ser a candidata a vice-prefeita na chapa.

É o segundo município do Estado de Mato Grosso onde se tem notícia de candidatura única neste pleito. O primeiro foi em União do Sul (160 km de Sinop), onde o prefeito Ildo de Medeiros conseguiu aglutinar o apoio de quatro partidos em prol de sua candidatura a reeleição.

Quando há candidatura única em um município, os eleitores devem comparecer às urnas para referendar a decisão dos partidos. Para ser eleito, o candidato único terá que receber 50% dos votos válidos, mais um. Caso a maioria opte por votar em branco, uma nova eleição deverá ser feita.

Leia também:  Ação conjunta entre MP, Ibama, PJC e PM Ambiental "desmancha" fazendas de gado e apreende madeira ilegal
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.