Visivelmente abatido, Rafael Cabral lamenta o corte dos Jogos de Londres (Foto: Mowa Press)

O goleiro Rafael Cabral está fora das Olimpíadas de Londres. O arqueiro foi cortado nesta terça-feira por conta de um problema no cotovelo direito. Ele foi submetido a um exame de ressonância magnética na segunda-feira, e os médicos da seleção brasileira constataram um trauma no local. Gabriel, ex-Cruzeiro e hoje no Milan, entrará na vaga do atleta do Santos.

Antes do anúncio oficial, feito pelo médico da Seleção, José Luís Runco, Rafael Cabral caminhou pelo gramado próximo aos quartos dos atletas. Em seguida, ele acompanhou um trabalho na academia realizado pelo goleiro Neto, sob a supervisão do fisioterapeuta Odir de Souza. Coube ao médico do time canarinho e ao diretor de Seleções da CBF, Andrés Sanches, confirmarem a informação.

– Ele sofreu um trauma no cotovelo e, ao examinarmos, ele tinha dor e pouca capacidade de mobilização. Pela posição em que ele atua e em termos de Olimpíadas, nós temos apenas 18 atletas e dois goleiros, não tivemos outra solução. Fizemos uma imagem de ressonância e foi vista uma contusão óssea, um trauma que o osso sofre e que precisa de repouso. Requer repouso e como temos apenas dois atletas, tivemos que tomar uma posição de sentar e conversar com a comissão técnica da necessidade da troca – afirmou Runco.

Leia também:  2ª Noitada de Boxe Olímpico acontece em Rondonópolis

Com saída do arqueiro do Peixe, Mano relacionou Renan Ribeiro, do Atlético-MG, para ficar de stand by. O jogador vai embarcar para Londres para se juntar ao grupo na noite desta terça-feira. Andrés admitiu a chegada de um novo arqueiro, mas preferiu não confirmar o nome.

– É uma situação que não esperava, não queria. Estamos tristes, mas infelizmente por um problema clínico vamos cortar o Rafael. Será convocado um outro atleta, mas como no Brasil não deu para falar com o clube por conta do horário, nós vamos revelar o nome mais tarde. Será chamado um entre os 35. O Gabriel vai para segundo goleiro e virá um outro para ficar entre os quatro que estão na lista de espera – disse Andrés.

Leia também:  Torneio de tênis começa nesta quarta em Cuiabá

O problema de Rafael Cabral aconteceu na manhã de segunda-feira, no CT do Arsenal. O goleiro sofreu uma pancada no cotovelo direito e acabou deixando a atividade comandada pelo preparador Francisco Cersósimo. Com a saída do titular, Neto, ex-Atlético-PR e atualmente na Fiorentina, vai atuar no time principal.

– Foi em um treinamento de cruzamentos e acabei me chocando com aqueles bonecos que ficam no gramado. Na hora, a dor foi muito grande, mas segui no treinamento – contou Rafael, visivelmente abatido com o corte e que levará de duas a três semanas para retornar aos treinamentos com o Santos.

Na coletiva, Rafael contou como foi a reação dos familiares com o corte.

– Todos tristes, conversei com a minha família, com os meus pais, com a minha esposa. Falei com eles agora, mesmo sendo tão cedo no Brasil. Meu pai soube do exame por vocês porque eu não tinha comentado nada com ele. Ficou triste, desesperado…- contou.

Leia também:  Meninas do vôlei vencem a primeira em Cuiabá

Rafael Cabral fez o exame em uma clínica particular próxima a St. Albans. O atleta foi acompanhado do médico da seleção brasileira, José Luís Runco. Coincidentemente, antes mesmo da contusão do goleiro do Santos, Gabriel havia ido a Cardiff, no País de Gales, para concluir o credenciamento para ter acesso às áreas olímpicas e participar das atividades do time canarinho.

Vale lembrar que Gabriel está com o grupo desde as atividades no Rio de Janeiro e também viajou para Londres. Mano Menezes optou por levar três atletas para a posição justamente por conta de um possível contratempo, que acabou se concretizando nesta terça-feira.

A seleção brasileira estreia nos Jogos de Londres na próxima quinta-feira, às 15h45m (de Brasília), contra o Egito, em Cardiff, no País de Gales.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.