Foto: assessoria

O Curso de Prevenção do Uso de Drogas para Educadores de Escolas Públicas recebeu inscrições de mais de 112 mil candidatos para preenchimento de 70 mil vagas. O curso integra o Programa Crack, é possível vencer e tem como objetivo capacitar profissionais para trabalhar na prevenção às drogas. Serão treinados, além dos integrantes da rede pública de educação, agentes de segurança pública, justiça, saúde, assistência social, lideranças comunitárias e religiosas.

Com a superação do número de vagas, a organização terá de fazer uma seleção. De acordo com a Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad), no processo haverá preferência aos inscritos dos 12 estados que já aderiram ao programa Crack, é possível vencer. São eles: Alagoas, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Acre, Santa Catarina, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Piauí, Paraná e Ceará.

Leia também:  Município de MT registra tremor de terra e deixa moradores preocupados

Será também avaliado o número de inscritos por unidade educacional e a participação das escolas em programas do Ministério da Educação (MEC), tais como o Saúde na Escola e o Projeto Saúde e Prevenção nas Escolas.

Capacitação

Os educadores serão capacitados para elaboração e implantação de um conjunto de ações preventivas nas unidades onde atuam. As aulas serão ministradas entre agosto de 2012 e abril de 2013, na modalidade à distância.

Os aprovados receberão Certificado de Curso de Extensão Universitária, de carga horária de 180 horas, emitido pela Universidade de Brasília (UnB). A Senad quer atingir cerca de 2,8 milhões de alunos.

Posteriormente, serão realizados mais dois treinamentos para educadores em 2013 e 2014, cada um com 70 mil vagas. As três edições vão representar um total de 8,4 milhões de alunos atendidos. O investimento para as três edições é de aproximadamente R$ 14 milhões.

Leia também:  Aumentam boletins de ocorrência motivados por homofobia em Mato Grosso

Prevenção

O programa Crack, é possível vencer foi lançado em dezembro de 2011 com o objetivo de aumentar a oferta de tratamento de saúde e atenção aos usuários drogas, enfrentar o tráfico e as organizações criminosas e ampliar atividades de prevenção.

Até 2014, serão investidos R$ 4 bilhões em ações estruturadas em três eixos: cuidado, autoridade e prevenção.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.