Caminhoneiros em trecho de Alto Taquari – Foto: assessoria

Paralisados desde ontem (16), os motoristas de caminhões que transportam cargas até o terminal da ALL (América Latina Logística) de Alto Araguaia, prometem retomar as atividades apenas após a realização de um acordo. Eles exigem melhorias nas condições de trabalho no pátio do terminal de carga e descarga. O pátio chega a receber mil caminhões, tendo estrutura para movimentação de aproximadamente 400 veículos, o que gera filas.

Foto: assessoria

Nesta sexta-feira, às 14h, no Ministério Público do Trabalho de Rondonópolis, acontecerá uma audiência com representantes das empresas embarcadoras (Bunge, Amaggi e Cargi, por exemplo) e sindicatos laborais para que seja firmado um acordo no intuito de encerrar as manifestações. O Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas de Mato Grosso (Sindmat) acompanhará as negociações.

Leia também:  IFMT lança edital com 2,8 mil vagas em cursos técnicos integrados ao Ensino Médio

Enquanto este acordo não for firmado, os caminhões que se encontram nos terminais da ALL não realizarão o descarregamento. É o que afirma o assessor jurídico da Federação dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Estado de Mato Grosso (Fettremat) e também do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas dos Transportes Terrestres de Rondonópolis e Região (STTRR), Silvio Marinho do Nascimento.

Neste momento aproximadamente 3 mil carretas estão paradas, afirma Silvio.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.