“É incomum um homem realizar exames de rotina, a maioria só procura atendimento médico quando apresenta alguma doença em estado avançado”, afirmou o médico Rafael Santos Lima, com base nos atendimentos que realiza, o clínico estima que mais de 60 % não procuram o médico para realizar exames preventivos.

De acordo com o clínico, ainda é ínfimo o número de homens que procuram os Postos de Saúde da Família (PSF) para fazer um check-up ou uma avaliação de rotina urológica completa, em particular da próstata, que é o que mais preocupa os homens.

Rafael diz que praticamente todos os homens justificam que não dispõem de tempo para realizar os exames, mas o médico defende que seja uma questão cultural, pois mesmo com a abertura das unidades de saúde no período noturno, para atender especificamente aos homens, poucos procuram atendimento e alguns o fazem de baixo de pressão da esposa.

Leia também:  Caminhão derrama óleo na pista e causa transtorno na avenida dos Estudantes

“Em geral o homem só procura o médico quando o problema já está bem avançado,  acredito que seja em razão da ideia de ser o provedor e ter que tomar conta da família, mas muitos não enxergam que o exame preventivo é uma forma de garantir a permanência e bem estar da família”, comentou.

O médico diz que as doenças mais comuns que podem ocorrer com o sexo masculino após os 40 anos são câncer de próstata e também problemas relacionados à bexiga e ao rim, onde podem ocorrer câncer. O diagnóstico precoce permite tratamentos menos agressivos e com maiores chances de cura.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.