O Tribunal de Contas do Estado (TCE) vai apresentar dentro de 30 dias um relatório extraordinário sobre a situação de todas as obras que estão ou serão executadas em Cuiabá e Várzea Grande por conta da Copa do Mundo de 2014. Esse relatório focará informações como cronograma de execução (início e prazo de conclusão), estágio de construção, licitações já realizadas ou programadas, medições e pagamentos, obras que serão efetivamente realizadas, etc. Para a produção do documento, o relator permanente das contas anuais da Secopa, conselheiro Antônio Joaquim, participou, hoje, de reunião de trabalho dentro do canteiro de obras da Arena Pantanal. Estiveram presentes na exposição o Procurador Geral de Contas Alisson de Carvalho e técnicos do Tribunal de Contas.

Leia também:  Prefeitura de Serra Nova Dourada (MT) abre processo seletivo com salário de até R$ 11 mil

O secretário-chefe da Secopa, Maurício Souza Guimarães, apresentou um resumo da situação de cada obra, a partir de um relatório encaminhado na semana passada para o Tribunal de Contas (após requerimento feito pelo conselheiro Antônio Joaquim). O relatório informou o andamento das obras, fontes de financiamento e dados sobre previsão de conclusão. As primeiras informações repassadas por Maurício foram com relação à ampliação do Aeroporto Internacional Marechal Rondon, cuja licitação deverá ser realizada ainda este ano. Foram apresentadas informações sobre cerca de 50 obras, entre elas as do entorno da Arena Pantanal, de travessia urbana, mobilidade urbana, centro de treinamento, fan fest, etc.

Antônio Joaquim explicou na abertura da reunião que o TCE- MT vem acompanhando concomitante às obras os aspectos relacionados à legalidade dos procedimentos licitatórios e de execução financeira dos projetos anunciados pelo Governo. A partir desta reunião, no entanto, o TCE fará acompanhamento do cronograma de execução, observando se as obras serão concluídas a tempo. Para isso, os auditores da Secretaria de Controle Externo de Obras e Serviços de Engenharia do TCE vão analisar a situação de cada obra a partir do relatório preliminar da Secopa, farão vistorias in loco e, em 30 dias, apresentarão um relatório analítico para que o conselheiro Antônio Joaquim apresente uma posição oficial sobre o andamento das obras ao Pleno do TCE-MT. Após a análise, o TCE divulgará o relatório.

Leia também:  Em torno de 112 municípios de MT têm problemas relacionados ao uso de crack

O conselheiro reconheceu que existe tanto a ansiedade da sociedade com a realização do evento futebolístico em 2014 e o legado que uma Copa do Mundo normalmente deixa para as cidades sedes dos jogos, quanto a preocupação em relação à conclusão das obras. “Todos nos estamos enfrentando os problemas de mobilidade urbana por conta das obras e todos nos queremos saber quando elas serão concluídas”, ponderou.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.