A Secretaria de Transporte e Trânsito de Rondonópolis (Setrat) agora conta com três bafômetros para auxiliar nas abordagens realizadas pelo órgão na cidade. Segundo o responsável interino pela Setrat, Ronivalter de Souza, após discussões entre a Secretária e o Gabinete de Gestão Integrada (GGI) ficou definido que os aparelhos iriam melhorar o nível de segurança do trânsito de Rondonópolis.

Ronivalter conta que o exame poderá ser solicitado pelo próprio agente de trânsito durante as abordagens. “Agora terá mais esse instrumento para poder coibir e punir o motorista que descumpre a lei dirigindo embriagado. A intenção é melhorar a qualidade do trânsito diminuindo os acidentes”, fala.

O responsável interino conta que a Setrat também vai trabalhar em parceria com a Polícia Militar disponibilizando os aparelhos durante as blitz. Na abordagem o motorista pode aceitar ou não fazer o teste, mas as consequências de se negar são o pagamento de uma multa de R$ 957 e a suspensão da carteira de habilitação, em geral, por cinco dias. Só na eventualidade de o policial, convencido da embriaguez do motorista, decidir testemunhar contra ele é que o prazo de suspensão da habilitação pode subir para um ano.

Leia também:  Atração do Cerrado Fuzz, OverFuzz fala sobre música, expectativas e novos projetos

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.