Bloqueio emocional também pode causar desconforto
Foto: Divulgação / Inmagine Royalty Free

Nem sempre as relações sexuais são sinônimo de prazer para as mulheres. Para algumas, a penetração é extremamente dolorida e desconfortável. Apesar disso, muitas não associam a dor com possíveis doenças e não procuram o ginecologista, o que pode agravar o problema.

De acordo com especialistas, as principais causas de dor e desconforto durante as relações sexuais são a endometriose, as infecções pélvicas, a tensão e a falta de lubrificação. Saiba mais sobre cada uma delas a seguir:

:::: Endometriose Está entre as principais causas de dor quando o pênis encosta no fundo da vagina durante as relações sexuais. É caracterizada pela presença do endométrio — tecido que reveste o interior do útero — fora da cavidade uterina, ou seja, em outros órgãos da pelve: trompas, ovários, intestinos e bexiga.

Leia também:  Saiba quais são os sintomas da Hepatite A

Nesses pontos podem ocorrer um processo inflamatório. O local fica fibroso e dolorido. E é por isso que a mulher com endometriose pode sentir dor quando o pênis entra em contato com as partes mais profundas da vagina.

:: Tratamento Não há cura para a doença e não existe uma única abordagem ideal para o tratamento da endometriose. A remoção cirúrgica das lesões de endometriose é uma opção. A outra é a medicação.

— É muito comum que as mulheres vivam por vários anos com a dor da endometriose antes de receberem um diagnóstico correto, o que afeta de forma negativa a vida profissional, social e psicológica — diz o ginecologista Maurício Simões Abrão, da Universidade de São Paulo (USP).

:::: Tensão Algumas vezes a mulher apresenta algum tipo de bloqueio de ordem emocional e, com medo da penetração, contrai exageradamente a musculatura do períneo, dificultando a entrada e a movimentação do pênis e propiciando um quadro de vaginismo. Muitas vezes, a tensão não é o fator determinante, pois pode estar associada à dor causada por outros problemas, como uma inflamação local.

Leia também:  Saúde | Conheça a técnica que realiza o sonho da "barriga negativa"

:: Tratamento É preciso investigar com o médico o motivo da dor. Se for totalmente emocional, é possível que ele indique um psicoterapeuta.

:::: Lubrificação A falta de lubrificação pode ser uma agravante quando se fala de dor nas relações sexuais. A causa mais comum do problema é a queda da produção hormonal, que geralmente ocorre durante a menopausa e faz com que a vagina perca a elasticidade e fique ressecada. No entanto, a secura vaginal também está relacionada à amamentação, ao uso excessivo de absorventes internos, à falta de libido, entre outros fatores.

:: Tratamento É necessário passar por uma avaliação ginecológica para determinar as causas do problema. Dependendo do caso, o médico pode receitar de lubrificantes locais que facilitem o ato sexual à reposição hormonal ou ajuda psicológica. ]

Leia também:  Jejuar ou não: eis a questão

:::: Infecções pélvicas Em alguns casos, a dor durante as relações advém de infecções pélvicas, doenças como herpes, candidíase, vaginose e clamídia que irritam o interior da vagina e podem causar ardor, coceira e sensação de queimação.

:: Tratamento O ginecologista poderá avaliar a situação e dizer se há algum tipo de problema ou não. Caso a vagina esteja irritada, é comum o médico combater o foco da infecção e depois recuperar as paredes vaginais com medicação adequada.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.