Malala e sua família no hospital em 26 de outubro (Foto: Reuters)

O embaixador do Paquistão nos Emirados Árabes, Jamil Ahmed Khan, disse que a jovem paquistanesa ferida por talibãs apresenta uma recuperação “muito satisfatória”.

Malala Yousufzai, de 15 anos, foi baleada no dia 9 de outubro em Mingora (noroeste do Paquistão) por homens armados que pararam o ônibus escolar em que ela estava.

Segundo o diplomata, Malala já começa a caminhar, conversar e ler. O embaixador comentou o estado de saúde da jovem após conversar com representantes do hospital Queen Elizabeth, na Inglaterra, onde ela está internada, e com o pai de Malala.

Khan noticiou o progresso da paquistanesa durante um concurso de oratória em Dubai.

Atentado

Malala ficou conhecida no exterior por seu blog, hospedado no site da BBC, no qual denuncia os atos de violência cometidos pelos talibãs no Vale de Swat, onde chegaram a tomar o poder entre 2007 a 2009.

Leia também:  Bombeiro ampara bebê que é jogado pelo pai do 2° andar para escapar de fumaça de incêndio

No ano passado, a adolescente recebeu o primeiro Prêmio Nacional da Paz criado pelo governo paquistanês e foi indicada ao prêmio internacional de Crianças para a Paz da fundação Kids Rights.

O Talibã reivindicou a autoria do atentado contra Malala, mas tentou se justificar pelo ato condenado de forma unânime pelos Estados Unidos, França, organizações dos direitos Humanos, governo e imprensa paquistaneses.

“Malala foi alvo por seu papel pioneiro na defesa da laicidade e da chamada moderação”, segundo um porta-voz talibã.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.