Tanque das Forças Armadas de Congo passa pela cidade de Goma, onde o aeroporto foi tomado pelos rebeldes (Foto: Phil Moore/AFP)

Rebeldes do grupo M23 tomaram o controle do aeroporto de Goma, a capital regional de Kivu do Norte, na região leste da República Democrática do Congo, anunciaram fontes da ONU.

A fonte não informou se a tomada do aeroporto provocou vítimas.

Goma fica às margens do lago Kivu e perto da fronteira com Ruanda. A cidade tem 300.000 habitantes, além de milhares de refugiados.

O aeroporto era defendido até então por membros da Guarda Republicana. Durante o avanço dos rebeldes, vários helicópteros das Nações Unidas foram utilizados para tentar proteger o terminal.
Tanque das Forças Armadas de Congo passa pela cidade de Goma, onde o aeroporto foi tomado pelos rebeldes.

Leia também:  Presidente do Paraguai visita Temer e deve discutir sobre Venezuela e combate ao crime organizado

A ONU tem 1.500 capacetes azuis em Goma como parte de uma força de paz de 6.700 soldados mobilizados na província de Kivu do Norte que respaldam as forças governamentais.

O M23 foi criado em maio por militares que participaram na rebelião anterior e entraram para o exército em 2009, após um acordo de paz. Em abril eles anunciaram que Kinshasa não respeitou os compromissos.

O movimento quer a manutenção das patentes dos oficiais e recusa uma transferência de oficiais para outras regiões, o que os afastaria de sua área de influência.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.