“Infelizmente o trabalho prevenção a saúde não recebeu a atenção devida dos governantes”, afirma a gerente do Departamento de Ações Programáticas da Secretaria Municipal de Saúde, Mariúva Valentim Chaves, ao analisar os trabalhos realizados em Rondonópolis durante o ano de 2012.

Mariúva disse que as ações tiveram uma boa resposta da população tanto no apoio da execução das campanhas, como por exemplo, nas ações de teste de HIV, câncer de próstata ou de prevenção a pressão alta e diabetes onde as empresas que abriram as portas para que os funcionários participassem de palestras. Como o número de pessoas que procuraram as unidades de saúde.

Contudo a gerente afirmou que se houvesse um apoio logístico melhor com certeza os resultados seriam melhores. Mariúva relatou que o trabalho preventivo é mais econômico do que o custo do tratamento com as doenças, contudo precisa ser mais explorado para se ter um resultado mais eficiente.

Leia também:  Nova sinalização alerta sobre limite de altura dos veículos

“Durante o ano realizamos várias campanhas importantes, como por exemplo, o combate o câncer de mama e de próstata, o alerta sobre o teste para diagnostico do HIV, Sífilis e Hepatite, o controle da pressão arterial e diabetes, o tratamento contra a hanseníase, dentre outros. Os número de pessoas que sofrem com esses males poderiam ser bem menores se o apoio de recurso e logística fosse maior, com certeza a filas nas unidade de saúde reduziriam significativamente”, concluiu.

 

 

 

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.