Os meses de dezembro e janeiro costumam apresentar aquecimento imobiliário e a proposta de reajuste do Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M) deve facilitar as transações.

O Delegado Municipal do Conselho Regional dos Corretores de Imóveis (Creci), João Batista da Silva, explicou que as pessoas costumam mudar nos finais de semestres e neste período aumenta de demanda por casas, tanto oferta quanto procura.

Batista observou que o índice de reajuste de dezembro, fechado em 7,82% em 2012, é positivo para o mercado imobiliário, pois a correção ficou abaixo do índice de reajuste do salário mínimo e não reflete um aumento exagerado.

Contudo o delegado observou que esse índice depende da tabela de correção em que é firmado o contrato de aluguel entre inquilino e locatário.

Leia também:  Cerca de 200 manifestantes pedem a volta da UTI Pediátrica em Rondonópolis
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.