Foto: reprodução

Medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), a inflação oficial subiu 0,6% em novembro deste ano, ligeiramente acima da taxa registrada em outubro (0,59%), informou hoje (7) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O item transporte, pressionado pelo reajustes nas passagens aéreas, subiu de 0,24% para 0,68%, de um mês para o outro, e é responsável pelo aumento do IPCA no mês. Os bilhetes para viajar de avião ficaram 11,8% mais caros de outubro para novembro, constatou o IBGE.

Já o preço dos alimentos, responsável pela maior parte da inflação, subiram menos – 0,79% ante 1,36%. A carne, por exemplo, teve um reajuste de 0,4% depois de subir 2,04% e alguns produtos ficaram mais baratos, como o feijão, o açúcar, a cebola e a batata inglesa.

Leia também:  Habilitação da UPA é divulgada no Diário Oficial da União

Os gastos com energia elétrica também subiram, para 1,38%, depois de cair 0,24% no mês de outubro. Com isso, aumentou de 0,38% para 0,64%, os gastos do grupo habitação. O gás de botijão, o condomínio e os custos de pequenos reparos também aumentaram.

Entre janeiro e novembro de 2012, a inflação oficial calculada pelo IBGE acumula alta de 5,01%, quase um ponto percentual abaixo do índice registrado no mesmo período de 2011 (5,97%). Em novembro do ano passado, a inflação foi menor e ficou em 0,52%.

Já nos últimos 12 meses (entre novembro de 2011 e o mesmo mês deste ano), o indicador acumula alta de 5,53%, acima dos 5,45% apurados nos 12 meses imediatamente anteriores.

Leia também:  Finanças apresenta prestação de contas à sociedade

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.