O suplente de vereador eleito em Nova Mutum, Diego Fernandes (PMDB) teve seu mandato cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral, em decisão unânime. Ele conseguiu a preferência de 465 eleitores em 7 de outubro, mas seus votos continuam anulados até o trânsito em julgado da ação. A decisão foi proferida nesta segunda (3) sob relatoria do juíz Pedro Francisco.

Diego Fernandes disputava o pleito sub judice, pois teve seu registro cassado pelo juiz Douglas Bernardes Romão, da 5ª Zona Eleitoral. Ele é acusado de abuso de poder econômico e compra de votos. Provas apresentadas à Justiça atestaram que o então candidato estaria doando vale-combustível para eleitores que aplicassem adesivo de sua campanha nos veículos. Diego ainda pode recorrer da decisão.

Leia também:  Agnelo se filia ao Solidariedade
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.