Ronaldo Lauriano Alves Barreiros, de 34 anos foi detido na noite de ontem (22) suspeito de dar apoio na fuga de dois homens que realizaram um assalto. Ele é motorista de táxi e entrou em contradição várias vezes, diz a polícia.

De acordo com o Boletim de Ocorrências a PM recebeu o chamado de que um estabelecimento comercial na Vila Ipê estava sendo roubado por dois indivíduos. Ao chegar no local as testemunhas informaram aos policiais que os suspeitos haviam fugido em um táxi.

A polícia então entrou em contato com a central de táxi para saber a localização do mesmo, porém o operador disse que não conseguiu contato com o motorista, mas que as informações eram de que ele estaria deslocando para o centro da cidade.

Leia também:  Moradora e filha são surpreendidas por ladrões ao chegarem em casa

Uma guarnição conseguiu então fazer a abordagem do veículo que tinha as mesmas características, placa e adesivos ditos pelas testemunhas. Ao ser indagado, primeiramente o motorista disse não ter feito nenhuma corrida na região da Vila Operária. Quando os policiais disseram que a central informou que ele estaria na Avenida Bandeirantes e que as testemunhas haviam o visto próximo ao local do roubo ele afirmou que realmente havia feito uma corrida e que dois homens com as mesmas características haviam pedido uma corrida até o bairro Serra Dourada.

Ele disse não ter notado nenhuma atitude suspeita, porém as testemunhas disseram que um dos assaltantes entrou com o notebook nas mãos e o outro com a arma em punho. Também foram encontrados no celular do taxista mensagens suspeitos.

Leia também:  Advogado é preso em MT com 91 máquinas de cartão que seriam levadas para SP e RJ

Como entrou em contradição Ronaldo foi levado ao CISC para ser ouvido pelo delegado de plantão. O caso será investigado.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.