Vitor Belfort acerta chute alto em Michael Bisping (Foto: Luiz Fernando Menezes/ Ag. Estado)
Vitor Belfort acerta chute alto em Michael Bisping (Foto: Luiz Fernando Menezes/ Ag. Estado)

Quem viu Vitor Belfort na luta contra Michael Bisping no último sábado, no UFC São Paulo, pôde reparar uma diferença em seu jogo. O carioca usou muito mais as pernas, com chutes altos perigosos. No primeiro round, ele acertou Bisping com esse golpe, mas o inglês não caiu. No segundo, porém, uma canelada do ex-campeão do Ultimate na cabeça do adversário abriu o caminho para a vitória. Vitor aproveitou o knockdown para partir para cima com tudo e alcançar a vitória com socos no ground and pound. O resultado da mudança do seu jogo tinha dado certo.

“O Henry é o cara que fez meu estilo K-1. Estou treinando muito com o Tyrone Spong, Zé Mario, Durinho. A equipe está muito forte, o Henry é um cara que treinou grandes lutadores. Eu me lembro da época do Carlson (Gracie), eu tinha mãos rápidas, mas não desenvolvia as pernas. Então, estou desenvolvendo, está sendo um prazer. Vejo que os pés, os joelhos e os cotovelos são coisas que o lutador do UFC tem que desenvolver bastante. Na Blackzilians, temos os melhores treinadores em todas as áreas – disse Belfort na coletiva após o UFC São Paulo”.

Leia também:  Cuiabá e Luverdense empatam no 1° jogo da final do sub-17 e decisão acontece na quinta

O K-1 citado por Belfort é uma organização que promove lutas de trocação, ou seja, em momento algum o combate vai para o chão. Na organização já atuaram Alistair Overeem, Mirko Cro Cop, Mark Hunt e outros atletas que passaram pelo UFC. Faixa-preta de jiu-jítsu, o brasileiro também ficou mais conhecido no início da carreira no MMA pelo poder de suas mãos. Das suas 22 vitórias, 15 foram por nocaute.

Confira os resultados do UFC São Paulo:

Card principal
Vitor Belfort venceu Michael Bisping por nocaute técnico a 1m27s do segundo round
CB Dollaway venceu Daniel Sarafian na decisão dividida dos jurados
Gabriel Napão Gonzaga venceu Ben Rothwell por finalização no segundo round
Khabib Nurmagumedov venceu Thiago Tavares por nocaute técnico no primeiro round
Card Preliminar:
Godofredo Pepey vence Mitinho Vieira por decisão dividida dos jurados
Ronny Markes vence Andrew Craig na decisão unânime dos jurados
Nik Lentz venceu Diego Nunes por decisão unânime
Edson Barboza venceu Lucas ”Mineiro” por nocaute técnico no primeiro round
Luta entre Iuri Marajó e Pedro Nobre termina sem resultado
Ildemar Marajó venceu Wagner Caldeirão por finalização no segundo round
Francisco Massaranduba venceu C.J. Keith por finalização no segundo round

Leia também:  União e Cuiabá ficam no empate Luthero
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.