O horário de verão termina daqui a quinze dias. Moradores das regiões Centro-Oeste, Sul e Sudeste deverão atrasar os relógios em uma hora. O horário estava em vigor desde 20 outubro de 2012.

Esse horário especial foi criado para contribuir com a redução do consumo de energia, mas a medida só funciona nas regiões distantes da linha do Equador porque nesta estação os dias se tornam mais longos e as noites mais curtas.

Agora nas regiões próximas ao equador, como a maior parte do Brasil, os dias e as noites têm duração igual ao longo do ano e a implantação do horário de verão nesses locais, traz muito pouco ou nenhum proveito.

Leia também:  Embaixador da Alemanha elogia ações de combate ao desmatamento em Mato Grosso

O horário de verão deve economizar 0,5% do consumo de energia elétrica, um total de 88.000 MWh. A quantidade economizada nos 119 dias da medida é suficiente para abastecer uma cidade do porte de Belo Horizonte (MG), com quase 2,4 milhões de habitantes, por dez dias. A economia deve chegar a R$ 280 milhões.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.