Com a vitória sobre o americano Dan Henderson por decisão dividida dos jurados no UFC 157, o brasileiro Lyoto Machida subiu para a primeira posição do ranking meio-pesado do Ultimate. Antes, o brasileiro era o segundo colocado, posição agora ocupada pelo sueco Alexander Gustafsson. Hendo, por sua vez, caiu do primeiro para o terceiro lugar. Vale lembrar que o campeão de cada categoria, neste caso Jon Jones, fica acima do top 10 e não entra na lista. Outra mudança no ranking até 93kg foi a subida de Maurício Shogun da sétima para a sexta posição, agora empatado com Rashad Evans.
A derrota de Henderson também o fez perder a décima posição do ranking peso por peso para Frankie Edgar. E o longo tempo inativo de Dominick Cruz foi a brecha para Demetrious Johnson ultrapassá-lo, ocupando agora o sétimo lugar.
Nos meio-médios, Jon Fitch deixou o ranking por conta de sua demissão na semana passada, e Josh Koscheck caiu da oitava para a nona colocação com o nocaute técnico que levou de Robbie Lawler, que por sua vez agora é o décimo. Ex-campeão do Strikeforce, Tarec Saffiedine subiu dois degraus e é o oitavo.
Nos galos, Scott Jorgensen ganhou o sétimo lugar de Brian Bowles. Nos penas, Frankie Edgar ultrapassou Chan Sung Jung e é o terceiro; e Erik Koch desceu de oitavo para décimo, deixando Nik Lentz e Clay Guida à sua frente. Nos médios, Ronaldo Jacaré tirou Alan Belcher e passou a figurar no top 10 pela primeira vez; Chael Sonnen subiu de décimo para nono; e Luke Rockhold ganhou a sexta posição de Mark Muñoz, outro que está inativo há algum tempo. Por fim, Roy Nelson tomou o sétimo lugar de Rodrigo Minotauronos pesados.
O ranking do UFC é feito por jornalistas de todo o mundo. Mais profissionais da área entraram na relação nesta terceira edição, totalizando agora 53.

Leia também:  Judoca brasileira vence adversária com 11 segundos e se torna a bicampeã mundial
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.