O Colégio de Cardeais retoma hoje (6) as reuniões preliminares ao conclave (assembleia que elegerá o papa). Do total de 115 cardeais com direito a voto, 110 já estão em Roma, na Itália. Ainda são esperados cinco. Os cinco cardeais brasileiros que votarão estão no Vaticano desde a semana passada. Ainda não está definida a data para o início do conclave, mas a expectativa é que a definição ocorra até a Páscoa – no fim do mês.

Até ontem (5) à noite havia 148 cardeais presentes, mas nem todos têm direito a voto no conclave. Só votarão os cardeais com menos de 80 anos. O porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi, disse que as reuniões preliminares não têm prazo definido para serem concluídas. Segundo ele, as decisões serão tomadas “sem apressar as coisas”.

Leia também:  Homem com faca ataca alunos no final da aula e deixa crianças mortas e feridas na China

O padre disse ainda que hoje, às 17h (13h de Brasília), na Basílica de São Pedro, os cardeais se reunirão no Altar da Cátedra para a Adoração e as Vésperas – orações que serão conduzidas pelo cardeal decano Angelo Sodano.

Ontem (5), os cardeais se reuniram pelo segundo dia. Inicialmente, as reuniões ocorreram de manhã e à tarde, mas desde ontem são realizadas apenas de manhã. Todos os cardeais fazem um juramento e participam de meditações.

Os religiosos receberam uma pasta, na qual há informações e fotografias de todos os presentes. Foi a forma encontrada para que os eleitores conheçam os candidatos à sucessão do papa emérito Bento XVI. Na reunião de ontem, 11 cardeais se pronunciaram. Em discussão, as atividades da Santa Sé,  a relação com os episcopados, a renovação da Igreja Católica Apostólica Romana e a nova evangelização no mundo.

Leia também:  Mais de mil pessoas são evacuadas após vulcão entrar em erupção no Havaí

No total, nos dois dias de reuniões, 33 cardeais se manifestaram em pronunciamentos, representando todos os continentes. Não há um tempo definido para o pronunciamento, mas costuma ser menos de 30 minutos. Para facilitar o debate, há cinco intérpretes que traduzem os  pronunciamentos em inglês, francês, espanhol, alemão e italiano.

A cobertura jornalística do conclave envolve, pelo menos, 4.432 jonalistas credenciados, de 65 nacionalidades e 24 línguas. Por determinação do Vaticano, em decorrência do conclave, desde ontem a Capela Sistina está fechada ao público. Também estarão fechados para o público o Apartamento dos Borja e a Coleção de Arte Religiosa Moderna.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.