A atualização da lista de animais da fauna brasileira que podem ser criados e comercializados como de estimação (lista pet), que seria divulgada hoje (1º), não está pronta. Em reunião no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, representantes do governo e da área privada que integram a Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Animais de Estimação decidiram formar um grupo para definir a lista e sua divulgação.

Segundo o presidente da câmara setorial, José Edson Galvão de França, desde 2007, o Ibama tem a obrigação de divulgar a lista pet em função da Resolução nº 394, de 7 de novembro de 2007. “O grupo vai decidir se a lista tem que sair ou não. Os criadores entendem que não é necessária e defendem uma política de fomento. O Ibama entende que tem de cumprir uma resolução que saiu do Ministério do Meio Ambiente”, disse José França.

Leia também:  Família morre eletrocutada e bebê de 3 meses fica ferido em Alagoas

O coordenador-geral de Autorização de Uso e Gestão de Fauna e Recursos Pesqueiros do Ibama, Jorge Hiodo, informou que o atraso na construção da lista não depende apenas de análise técnica, mas de toda uma análise jurídica. “O Ibama está fazendo apenas o que a resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) determina em função da lista”. O coordenador acrescentou que há um grande esforço para a conclusão da análise, mas que ainda não é possível determinar uma data para a entrega da lista.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.