Na noite desta ultima sexta-feira (12), em Rondonópolis na sede do Sebrae o assessor especial da Secopa, Múcio Ferreira Ribas, esteve na cidade  para ministrar uma palestra à classe empresarial, politica e interessados em saber dos benefícios da Copa 2014 para Rondonópolis.

No tocante a parte do esporte não acrescentou em nada, porque a palestra só focou nos investimentos na copa do Mundo. Rondonópolis se cadastrou para ser uma das sedes de apoio para abrigar um centro de treinamento para a Copa e alguma seleção interessada, mas até o momento não saiu do papel.

Na apresentação do cronograma para investimento em Rondonópolis está apenas o aeroporto municipal, criação de um centro de eventos e um centro de apoio ao turismo (CAT) nada de investimento no centro de treinamentos. As obras estão orçadas em torno de 26 milhões.

Leia também:  Eurico Miranda é afastado da presidência do Vasco por ser acusado de apoiar vandalismo de torcida

Em vários momentos o assessor falou que o futebol de Matogrosso é fraco e que a arena Pantanal de múltiplo uso, servirá para sediar outros eventos e que não comportará nosso fraquíssimo futebol devido não ter nenhuma equipe capaz de lotar a nova arena. Ao final de sua fala Múcio, reconheceu a gafe e pediu desculpas e disse que a Secopa tem várias repartições e uma delas cuida da parte do futebol.

Com a Secopa nadando em dinheiro o futebol Mato-grossense a cada ano entra em declínio, há dois anos os clubes de Matogrosso espera o repasse de uma verba do Governo do Estado para repassar as equipes, mas até o momento ninguém comenta e o foco é a tão esperada Copa do Mundo que pelo visto não vai ajudar em nada o futebol Mato-grossense que está sendo esquecido pelos governantes.

Leia também:  Futebol em luto: morre Gilson Lira

O governo do estado tem uma divida com os clubes Mato-grossenses em torno de dois milhões.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.