A Arena Fonte Nova, estádio de Salvador construído para a Copa das Confederações, em junho, e para a Copa do Mundo, em 2014, foi oficialmente inaugurada na manhã desta sexta-feira (5), pela presidente Dilma Rousseff, o governador da Bahia, Jaques Wagner, e o prefeito da capital baiana, ACM Neto. Os ministros dos Esportes, Aldo Rabelo, do Transporte, César Borges, da Justiça, José Eduardo Cardoso, a secretária para Promoção da Igualdade Racial da Bahia, Luiza Bairros, além de representantes do Consórcio Arena Fonte Nova, também participaram da cerimônia. Descalça, a presidente chutou uma bola, no meio do campo, ato que simbolizou a inauguração do equipamento multiuso.

“Não foi fácil tomar a decisão de implodir a Fonte Nova, fazer um complexo internacional e não tirar a ferradura original que é a cara de Salvador. A polêmica hoje se cala quando a gente vê que no lugar da antiga Fonte Nova, respeitando o nome de Octavio Mangabeira, aqui será um complexo cultural. Isso aqui foi pensado com muito carinho, chorado no momento da demolição. Esse é o Complexo Esportivo Octávio Mangabeira e é também a Arena Fonte Nova porque ninguém tira esse nome que o baiano deu”, afirmou o governador Jaques Wagner.

Leia também:  Pelo 2° ano, projeto pretende ajudar mães que querem fazer o Enem

“Quero saudar quem se empenhou a construir o mais bonito estádio de futebol do Brasil, que é a Arena Fonte Nova. Tenho claras recordações de muitas alegrias vividas na Fonte Nova. Em nome da cidade, da prefeitura, desejo que a nova Fonte Nova traga muitas alegrias para o baiano e para o brasileiro. Hoje Salvador sorri e está feliz porque tem o mais bonito e mais qualificado estádio do Brasil”, afirmou o prefeito ACM Neto.

Representantes de movimentos sociais, crianças, operários que trabalharam nas obras da arena e ex-jogadores acompanharam o evento da arquibancada do estádio. Pouco antes do início da inauguração, operários que torcem pelo Bahia vibraram na plateia levantando bandeiras do time e gritando o nome do clube.

Leia também:  Carro desgovernado invade casa e mata PM que estava dormindo
Descalça, presidente dá o primeiro chute na Arena Fonte Nova, estádio que será utilizado na Copa das Confederações e Copa do Mundo (Foto: Divulgação / Governo do Estado)
Descalça, presidente dá o primeiro chute na Arena Fonte Nova, estádio que será utilizado na Copa das Confederações e Copa do Mundo (Foto: Divulgação / Governo do Estado)

Acompanhada do governador da Bahia, e das demais autoridades, a presidente visitou as instalações do estádio, como vestiários, restaurante e depois seguiu para o gramado.

Em seguida, a cerimônia foi oficialmente aberta com o Hino Nacional, entoado pela cantora Will Carvalho. A primeira mulher a trabalhar nas obras de construção da Arena Fonte Nova, Flor, entregou uma rosa de metal a Dilma Rousseff durante o evento. Logo depois, a presidente falou sobre a importância do estádio para a Bahia. A capital baiana é a terceira cidade-sede dos jogos da Copa a entregar o estádio. O primeiro foi a Arena Castelão, em Fortaleza, e o segundo o Mineirão, em Belo Horizonte.

Do lado de fora da Arena, cerca de 20 baianas de acarajé fizeram uma manifestação pacífica em prol da liberação do comércio das baianas dentro do equipamente e no entorno. De acordo com normas gerais da FIFA, dentro de um raio de 2km dos estádios da Copa é proibido o comércio ambulante.

Leia também:  Idosa passa momentos de apuros ao ser feita refém pelo próprio neto
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.