Ambos pediram demissão dos cargos - Foto: Reprodução/AGORA MT
Ambos pediram demissão dos cargos – Foto: Reprodução/AGORA MT

Em dois dias, o governo do presidente do Haiti, Michel Martelly, sofreu duas baixas, sendo que a última foi ontem (11). A ministra da Comunicação do Haiti, Régine Godefroy, pediu demissão do cargo. Em carta ao primeiro-ministro, Laurent Lamothe, ela se diz incapaz de desenvolver seu trabalho com “rigor, honra e integridade” em decorrência das dificuldades que enfrenta.

Godefroy foi designada por Lamothe há três meses. Anteontem (10), a ministra de Economia e Finanças do Haiti, Marie Carmelle Jean-Marie, pediu demissão. Há menos de um ano no cargo, Jean-Marie, segundo informações não oficiais, passou a se desentender com demais integrantes do governo.

Martelly assumiu o governo em 2011 com a determinação de organizar as instituições do país, incrementar a eonomia e reestruturar a área de segurança. Desafios considerados grandes para o país, que é o mais pobre das Américas e sofreu com governos ditatoriais e conflitos internos.

Leia também:  A Coreia do Norte testa míssil balístico em desafio com os EUA
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.