O governo do Rio de Janeiro fará um sorteio para reposicionar as 4.968 cadeiras cativas do Estádio Jornalista Mário Filho, o Maracanã. Segundo o secretário estadual da Casa Civil, Regis Fichtner, o reposicionamento é necessário porque, devido à reforma do estádio para a Copa do Mundo de 2014, a antiga localização das cadeiras não existe mais.

Entre as mudanças promovidas no estádio está a construção de uma arquibancada contínua, em vez da antiga estrutura em dois níveis, que dividia as cadeiras cativas entre os andares superior e inferior.

“O antigo Maracanã não existe mais. Foi repaginado. Não existe mais aquela localização específica daquela determinada cadeira. Tínhamos que encontrar um sistema de realocação dos titulares, mantendo imparcialidade e isonomia. A decisão foi a de que realizássemos, em cada setor, sorteio entre os titulares dessas cadeiras, para o reposicionamento, para não cometer injustiças”, disse o secretário.

Leia também:  Professor é agredido em reunião escolar por pais de alunos que tiraram nota baixa

A divisão em cinco setores está mantida. Os antigos setores A e B continuarão posicionados no centro do campo. Já os antigos setores 1, 2 e 3, que ficavam no nível inferior, no meio do campo, ficarão posicionados ao lado dos setores A e B, próximos à marca do escanteio. Os proprietários de mais de uma cadeira poderão agrupá-las para o sorteio.

O sorteio será realizado, em dia a ser definido, no Ginásio do Maracanãzinho, com apoio da loteria do estado do Rio de Janeiro, a Loterj. Os titulares precisarão se recadastrar no site www.cadeiracativa.rj.gov.br a partir de sexta-feira (19). Depois, deverão entregar o formulário preenchido e os documentos exigidos até 10 de maio, no Maracanãzinho.

Leia também:  Com confrontos diários ministro da Defesa libera 700 homens para policiamento na Rocinha

Aqueles que não se recadastrarem nesse primeiro período não perderão o direito à cadeira. Segundo Fichtner, eles terão três anos para fazer o recadastro. Apenas perderão o direito de participar do primeiro sorteio e poderão ficar com lugares piores.

De acordo com Fichtner, os proprietários não terão acesso a suas cadeiras durante os jogos da Copa das Confederações deste ano e da Copa do Mundo de 2014 nem ganharão ingressos para assisti-los em outros locais do estádio.

“Nos eventos da Fifa [Federação Internacional de Futebol], o estádio não pertence ao estado, ele é entregue para a federação, em sua totalidade. Os titulares não têm direito a utilizar essas cadeiras durante a Copa das Confederações e a Copa do Mundo”, disse.

Leia também:  Policial militar agride equipe de reportagem durante cobertura de audiência
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.