Rui Prado - Foto: reprodução
Rui Prado – Foto: reprodução

A candidatura de Rui Prado para presidência da Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato) acaba de ser impugnada. A comissão (formada por representantes dos Sindicatos Rurais de Rondonópolis, Paranatinga e Terra Nova do Norte)  que analisou o pedido de impugnação entendeu que Prado entraria para o terceiro mandato ( o estatuto prevê apenas duas eleições para presidente). A informação foi confirmada por uma fonte de Só Notícias/Agronotícias.

A decisão não é definitiva. Rui tem até segunda-feira para recorrer. Já o conselho tem até o dia 27 de abril para julgar o recurso. Apenas o nome dele foi vetado.  Agora, para continuar na disputa a chapa de Prado deve selecionar um novo candidato.

Leia também:  Protesto contra aumento de impostos sobre combustíveis continua em rodovias de MT

Conforme Só Notícias/Agronotícias informaram, o pedido de impugnação foi protocolado pela chapa 1, encabeçada pelo candidato Antônio Galvan (de Sinop). No documento feito pelo presidente do Sindicato Rural de Novo São Joaquim, Carlos Royttmen Pires, a chapa alegou que Prado está a frente da entidade de forma ininterrupta desde outubro de 2007, quando o então presidente, Homero Pereira, se afastou “sem  nunca mais retornar, havendo assim a renúncia tácita do mesmo, posto que se sagrasse eleito no ano anterior como Deputado Federal”.    Com isto, o pleito de 2010 (quando Rui encabeçou única chapa) seria considerado reeleição.

A eleição está marcada para 14 de maio. A posse dos eleitos ocorre em 16 de junho.

Leia também:  Governo paga servidores da ativa nesta segunda-feira (10)
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.