Valdecir Luiz Colle (PSD), o Chiquinho do Posto - Foto: ONORTÃO
Valdecir Luiz Colle (PSD), o Chiquinho do Posto – Foto: ONORTÃO

A União deve quase R$ 100 milhões para os municípios de Mato Grosso. Os restos a pagar, revelado em levantamento da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), serão postos na balança para contrapor dívida das prefeituras junto ao governo federal. Diagnóstico completo sobre o montante da dívida dos municípios com o governo federal está em fase de execução.

Os dados reforçam o apelo da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), em coro puxado pelo Estado, na defesa pelo encontro de contas. É a ferramenta mais atual e perspicaz dos gestores para buscar o equilíbrio fiscal e financeiro dos executivos. O balanço permeia um universo promissor para municípios do interior, como Jaciara, com “saldo” de R$ 13.014.614,00 e Juara, com haver de R$ 9.257.307,00, ambos acima da tabela de Cuiabá, de R$ 6.217.914.

Leia também:  Thiago Silva entrega certificados para formandos da FUG na Vila Operária

Presidente da AMM, Valdecir Luiz Colle (PSD), o Chiquinho do Posto, apresentou as informações para ministros que participaram de encontro de gestores, realizado na Capital, na sexta-feira (19). Foi o primeiro passo rumo a um caminho dirigido ao Palácio do Planalto. Em fevereiro deste ano, em evento realizado pela CNM, em Brasília, a presidente Dilma Rousseff (PT) recebeu o pedido de aceite para o confronto de dívidas. Prometeu avaliar junto a sua equipe econômica a proposta. Até agora, não se posicionou.

Responsável pela representação da AMM em Brasília, Flávio Daltro (PSD), deu início aos trabalhos, junto a bancada no Congresso Nacional, em sintonia com as ações no Estado. Tenta ainda alavancar outras alternativas, como percorrer os labirintos ministeriais nas investidas pela inovação.”Se conseguirmos fazer com que o governo federal cumpra o que prometeu, no início, do ano, as prefeituras no mínimo, sairão dessa situação de desconforto, porque terão mais dinheiro em caixa”.

Leia também:  Silvio Negri quer que rede de esgoto atenda também Cidade Universitária

Informações da CNM contabilizam crédito dos municípios no país, de R$ 9 bilhões. Foi ajustado nesse quadro o valor devido de R$ 32 bilhões com os R$ 21 bilhões recolhidos no período. No mapa exposto por Chiquinho do
Posto para A Gazeta, há divisão sobre restos a pagar. No primeiro cenário, a AMM pontua que o governo federal deve aos municípios cerca de R$ 56 milhões referentes a contratos de repasses através da Caixa Econômica Fe- deral (CEF). Os recursos foram aprovados e ainda estão a mercê de liberação, considerando gráfico entre 2009 e 2012. No segundo panorama, surge a quantia de R$ 35 milhões, relativas a pendências com convênios diretos do governo federal com os municípios.

Leia também:  João Mototaxi diz que atual gestão parece uma "escola de samba"
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.