Só a fé não bastou ao São Paulo para reverter a derrota por 2 a 1 no jogo de ida, quebrar a invencibilidade do Atlético-MG no Independência e sobreviver na Libertadores. Na noite desta quarta-feira, a equipe foi dominada e perdeu por 4 a 1 – depois de três gols de Jô e outro de Diego Tardelli, Luis Fabiano diminuiu -, caindo nas oitavas de final da competição continental.

O adversário do time mineiro, que ‘mata’ mais um no Horto, como grita sua torcida, sairá do vencedor do duelo entre Palmeiras e Tijuana, que se enfrentam na próxima terça-feira, na capital paulista. Os comandados de Ney Franco, por sua vez, só voltarão a campo no dia 26, diante da Ponte Preta, na primeira rodada do Campeonato Brasileiro, em Campinas.

Pelo começo do jogo, parecia que o Atlético é quem precisava da vitória. Logo no primeiro minuto, Ronaldinho foi para cima, protegeu a bola da marcação na meia-lua da área e sofreu a falta. Ele mesmo a cobrou e acertou o travessão de Rogério Ceni, que ensaiou ir na bola, mas não chegaria a tempo de evitar o gol.

Leia também:  Luverdense deixa a zona de rebaixamento

O meia continuou dando trabalho, e Ney Franco pediu que Denilson assumisse a marcação no lugar de Wellington. O camisa 10 atleticano, porém, conseguia escapar. Em uma das subidas à área, aplicou um belo chapéu em Douglas, que substituía o lesionado Osvaldo – vetado pelos médicos no hotel, o atacante assistia à partida no estádio.

Aos 17 minutos, Ronaldinho estava livre novamente na meia esquerda, mas a retaguarda são-paulina teve que se preocupar com o outro lado. Da direita, Diego Tardelli passou a Bernard, na entrada da área. Rafael Toloi tentou o desarme, e a bola acabou sobrando para Jô, da meia-lua, acertar o ângulo esquerdo e abrir o placar.

O gol levantou ainda mais a torcida mineira, que, horas antes de a bola rolar, já entoava cantos de confiança na classificação. Apesar disso, o São Paulo se viu obrigado a assumir postura menos cautelosa. Só que, como a defesa adversária se postava bem, o jeito era tentar encontrar Luis Fabiano através de levantamentos para o meio da área.

Leia também:  Luverdense perde do Inter com gol polêmico no final

A mesma arma foi melhor utilizada pelo Atlético. Aos 30 minutos, após cruzamento pelo alto, Jô, mesmo de costas para a marcação de Rafael Toloi, conseguiu desviar à queima-roupa e só não marcou o segundo gol porque Ceni se valeu de ótimo reflexo para defender a bola com o pé direito.

Diego Tardelli e Osvaldo também quase vazaram o goleiro. O primeiro, em cabeceio rente à trave direita. O último, em chute rasteiro que foi salvo por Toloi em cima da linha. Na sequência, o São Paulo se lançou de novo à frente, contudo não conseguiu nada antes do intervalo além de reclamar de pênalti não existente em Luis Fabiano, que voltava a atuar na competição após cumprir quatro jogos de suspensão.

Ney Franco mexeu no time no início do segundo tempo, sacando Paulo Miranda para a entrada do recém-contratado Silvinho. O atacante perdeu grande chance aos oito minutos. Antes, entretanto, Jô carimbou o travessão de Ceni mais uma vez, e Bernard quase completou para a rede um cruzamento rasteiro de Diego Tardelli.

Leia também:  Diretoria do União decide manter 15 jogadores que disputaram a Série D

A falsa reação do São Paulo foi sufocada pouco depois. Aos 17 minutos, Jô recebeu cruzamento de Leandro Donizete no meio da área, bateu entre as pernas de Ceni e ampliou. Dois minutos mais tarde, Diego Tardelli aproveitou recuo mal feito por Toloi e encobriu o goleiro são-paulino: 3 a 0.

Sem muito que fazer, Ney Franco abriu ainda mais sua equipe, tirando Denilson para colocar Ademilson. Pouco depois de não conseguir domínio de frente para o gol vazio, o jovem atacante viu Jô, aos 24 minutos, marcar o quarto, após passe de Ronaldinho.

Sob gritos de “olé” e “eliminado” a partir de então, o Atlético diminuiu ligeiramente o ritmo. Luis Fabiano se aproveitou disso – e de cruzamento mal espalmado por Victor – para diminuir, de cabeça, aos 30 minutos. Nada que fosse capaz de reanimar e classificar sua equipe à próxima fase.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.