A Grã-Bretanha decidiu aumentar em 40% a presença de policiais na Maratona de Londres, no próximo domingo, num esforço para tranquilizar atletas e espectadores depois das explosões que mataram três pessoas nesta semana, na Maratona de Boston (Estados Unidos).

Um suspeito por cometer o atentado foi morto em confronto com a polícia na madrugada de sexta-feira, e outro está sendo procurado.

Julia Pendry, policial encarregada da segurança na maratona londrina, disse na sexta-feira que centenas de policiais adicionais serão mobilizados nas ruas da cidade no domingo.

“Temos mais cães farejadores na rua, temos mais oficiais em patrulhas de alta visibilidade”, disse a oficial.

A corrida, que termina em frente ao Palácio de Buckingham, sede da monarquia britânica, deve atrair 36 mil atletas e centenas de milhares de espectadores.

Leia também:  Eurico Miranda é afastado da presidência do Vasco por ser acusado de apoiar vandalismo de torcida

Pendry disse que a Polícia Metropolitana de Londres está em contato com as autoridades de Boston por causa do evento, mas que não houve nenhuma alteração no nível de ameaça percebida para a corrida.

“Não há ligação neste momento entre a Maratona de Boston e a Maratona de Londres, então saiam e aproveitem o dia normalmente”, recomendou.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.