Diante de um indicativo de greve feito pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), previsto para a próxima terça-feira (25), a Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados, aprovou requerimento para a realização de audiência pública para debater com o Ministério do Planejamento, sindicato e confederação dos servidores públicos, a necessidade de estruturação das carreiras e plano de cargos e salários da autarquia.

De autoria do deputado federal Wellington Fagundes (PR/MT), a proposta tem o objetivo intermediar as negociações dos servidores com representantes do governo federal. “Uma eventual greve na proporção que se anuncia acarretará impacto em diversas obras espalhadas por todo o país, inclusive, e principalmente nos projetos do PAC”, destacou.

Leia também:  Cartórios poderão ser obrigados a publicar informações

A audiência pública deve acontecer em parceria com a Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público, a data deve ser definida nesta semana.

REIVINDICAÇÕES

De acordo com representantes dos servidores do Dnit, atualmente os órgãos de controle possuem condições de trabalho, equipamentos, corpo técnico e estruturas superiores às da autarquia federal.  “O Dnit possui um orçamento anual de mais de R$ 13 bilhões e a estrutura não tem condições de atender todas as demandas que este orçamento provém, uma vez que é responsável pela execução das diretrizes da política nacional de infraestrutura de transportes rodoviário, ferroviário e hidroviário”, explicou Ganderlan Ferreira, engenheiro do Dnit.

Ainda segundo Ferreira, a paralisação vai acontecer em nível nacional e permanecerá até que o governo federal acene positivamente para as reivindicações da categoria.

Leia também:  “Apesar do alto investimento, não estamos constatando melhorias na saúde”, diz vereador Silvio Negri

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.