O governo anuncia nas próximas semanas o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do Turismo, de acordo com o secretário executivo da pasta, Valdir Simão. Por meio de decreto, a medida prevê investimento de R$ 680 milhões na reforma e construção de centros de convenção fora de Brasília, São Paulo e Rio, principalmente. A finalidade é incentivar o turismo de negócios e eventos internacionais.

Na avaliação do Simão, o setor está em constante expansão. Ele cita que, no último ano, os 80 maiores ramos do turismo tiveram aumento de 13,1% no faturamento na comparação com o ano anterior. Quem mais ganhou foi o setor de organização de evento (23,2%), agências de viagens (21,9%) e promotores de feiras (14,9%).

Leia também:  Taxa de juros do rotativo do cartão de crédito cai para 422,5% ao ano

Os resultados refletem a desoneração das tarifas de energia elétrica e redução de impostos, que, nas contas do ministério, foi responsável por manter 5 mil empregos em baixa temporada, disse o secretário, ao participar de coletiva de imprensa sobre o impacto dos megaeventos no turismo, no Rio.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.