Adutora se rompeu em Campo Grande, na Zona Oeste do Rio (Foto: Reprodução/TV Globo)
Adutora se rompeu em Campo Grande, na Zona Oeste do Rio (Foto: Reprodução/TV Globo)

Uma criança de três anos morreu após o rompimento de uma adutora de água na madrugada desta terça-feira em Campo Grande, zona oeste do Rio. Com ruas e casas alagadas, dezenas de moradores ficaram desabrigados. Ao menos 16 pessoas ficaram feridas.

Segundo a Defesa Civil, 142 pessoas tiveram suas casas afetadas –17 casas ficaram totalmente destruídas e outras 16 foram atingidas parcialmente.

Moradores que acompanham os trabalhos de resgate seguram cartazes com as inscrições “Fora Cabral” e “Fora Eduardo Paes”.

O governador Sérgio Cabral (PMDB) está a caminho da área atingida neste momento.

Isabela Severo da Silva morreu por afogamento, segundo os bombeiros. Ela chegou a ser reanimada no local, mas não resistiu e morreu no hospital Rocha Faria, no mesmo bairro.

Leia também:  Quantidade de armazenamento de cordão umbilical está abaixo da média no Brasil

Logo no início da manhã, uma onda enorme encobriu as casas nas proximidades da adutora, derrubando telhados e paredes.

Moradores ajudaram vizinhos a saírem do local. Alguns foram resgatados de bote.

A Cedae (Companhia Estadual de Águas e Esgotos) informou que precisou esperar 1h30 para fechar o registro da área. O equipamento necessita ser desligado aos poucos para não estourar, segundo a companhia.

Equipes da companhia foram ao local para realizar o reparo na rede e avaliar os prejuízos causados pelo rompimento.

Por volta das 8h40, duas equipes trabalhavam no local. Eles só saberão o que ocorreu após a água da tubulação ser toda retirada.

O abastecimento de água foi desviado para outra adutora. Com isso, a empresa informa que não haverá desabastecimento na região.

Leia também:  Jovens que participavam de baile funk são agredidos com cassetes por policiais militares

Por causa do rompimento, a estrada do Mendanha está interditada próximo à rua Marcolino Costa. Segundo o Centro de Operações Rio, a opção para o motorista é um desvio pela estrada do Pedregoso.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.