Se não fosse a cor diferente do uniforme da Bulgária, quem assistiu à partida deste sábado poderia pensar que foi um replay da que ocorreu no dia anterior. Foi assim que o Brasil voltou a vencer o rival, por 3 sets a 1, parciais de (19-25, 25-21, 25-17 e 25-19) e pela Liga Mundial de vôlei masculino.

Assim como na sexta-feira, o time brasileiro venceu de virada depois de começar muito mal o primeiro set e ver o rival sair na frente. Mas depois se encontrou no jogo e passeou.

O segundo triunfo sobre os búlgaros isolam ainda mais o time do técnico Bernardinho na liderança do Grupo A, com sete vitórias e apenas uma derrota em oito jogos.  Já havia vencido a própria Bulgária, Polônia e Argentina, duas vezes cada, e batido uma vez a França. A única derrota brasileira foi para os franceses.

Leia também:  Brasileira leva ouro em natação e se torna a 1° campeã mundial do país

Seis equipes se classificarão para a fase final, sendo elas as duas melhores dos grupos A e B, a melhor colocada do grupo C e a Argentina, país-sede das finais.

Caso a Argentina, que está no grupo A e já está classificada, esteja entre as duas primeiras colocadas, a melhor equipe deste grupo, que ainda não está classificada, fica com a vaga. As finais, que serão disputadas em Mar del Plata, estão marcadas para o período entre 17 e 21 de julho.

O Brasil começou sonolento e viu o rival comandar o primeiro set. Muito eficientes na defesa, os búlgaros neutralizavam o ataque rival e chegaram a abrir 10 a 5.

Com nove erros contra apenas cinco do time europeu, o Brasil viu o rival fechar o set com facilidade, em 25 a 19.

Leia também:  Cuiabá sediará torneio de luta em pé

Também como no jogo de sexta, o time de Bernardinho acordou no segundo set e conseguiu mudar o panorama. Forçou o saque e dificultou a recepção da Bulgária, que não conseguia colocar a bola no chão. Vitória brasileira por 25 a 21.

O terceiro set também foi todo do Brasil. Em uma boa sequência de saques de Maurício Souza, os brasileiros chegaram a abrir 6 a 1 em uma bola de meio finalizada por Lucão.

O jogo era muito fácil e a Bulgária parecia estar desconcertada. Não conseguia virar uma bola e facilitava muito no saque para os brasileiros, que cravavam todos os ataques: 25 a 17.

A única pequena mudança em relação ao jogo de sexta foi no quarto set. Enquanto no primeiro duelo o Brasil passou apuros para vencer, neste sábado foi diferente. Em um verdadeiro passeio, a equipe brasileira fechou em 25-19

Leia também:  De virada inédita, Cuiabá Arsenal vence Tubarões do Cerrado

Os próximos jogos da equipe nacional serão contra os  Estados Unidos, nos dias 13 e 14.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.