dominguinhos

 

O músico Dominguinhos, 72 anos, deixou a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, onde está se tratando desde janeiro, quando foi transferido do Hospital Santa Joana, no Recife. Segundo o boletim médico divulgado na noite do último sábado (13), o quadro do cantor e compositor é estável.

 

Dominguinhos havia sido transferido para a UTI no início do mês com quadro de arritmia cardíaca, oscilação de pressão arterial e infecção respiratória. Na ocasião, o músico respirava com a ajuda de aparelhos.

 

O compositor, sanfoneiro e cantor passou mal poucos dias após show, no dia 13 de dezembro, em homenagem a Luiz Gonzaga, na cidade de Exu (PE). O artista teve várias paradas cardíacas e foi hospitalizado com quadro de arritmia e infecção respiratória na capital pernambucana, complicações de um câncer de pulmão.

Leia também:  Gabriel Carmo | "Quando aprendi a tocar um instrumento já era tarde, mas não para os sonhos"

 

Dominguinhos tem uma carreira de mais de 50 anos – sua primeira gravação foi aos 16 anos, em um disco de Luiz Gonzaga – e coleciona prêmios, entre eles o Grammy Latino de Melhor Disco Regional, em 2002, com Chegando de Mansinho; o Prêmio da Música Brasileira, conquistado em 2008; e o Prêmio Shell de Música, em 2010.

 

Entre suas composições mais conhecidas estão De Volta pro Aconchego, Isto Aqui Tá Bom Demais, Gostoso Demais (parcerias com Nando Cordel), Abri a Porta (com Gilberto Gil), Quem Me Levará Sou Eu (com Manduca), Eu Só Quero Um Xodó e Tenho Sede (ambas com Anastácia).

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.