O ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general José Elito Siqueira, disse hoje (10) que está pronto o esquema de organização para a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), de 22 a 29 deste mês, no Rio de Janeiro. Elito acrescentou que as experiências obtidas com a Copa das Confederações, em junho, serão usadas para a jornada e a visita do papa Francisco ao Rio e a Aparecida, no interior de São Paulo.

“As lições foram aprendidas”, ressaltou o ministro. “Usaremos a estrutura organizada para Copa das Confederações e com grande esforço de todos, queiramos e torceremos para que tudo corra bem”, acrescentou. “Como [ocorreu na] Copa das Confederações.”

Francisco chega ao país no dia 22 e fica até 28 de julho, último dia da Jornada Mundial da Juventude. O papa visitará o Santuário de Aparecida no dia 24 para a celebração de uma missa na basílica. A expectativa é que a jornada reúna fiéis de vários países para uma série de eventos no Rio.

Leia também:  Advogado é colocado para fora de avião após suspeita de racismo contra funcionária

Elito e os ministros Antonio Patriota, das Relações Exteriores, e Celso Amorim, da Defesa, participam de audiência pública da Comissão de Relações Exteriores do Senado sobre as denúncias de espionagem a cidadãos brasileiros por agências norte-americanas. Na audiência, o general não detalhou o esquema de segurança para visita do papa.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.