A Microsoft teria se envolvido em uma grafe nesta terça-feira (30). A empresa pediu para que o Google censurasse o próprio domínio “Microsoft.com” por supostamente infringir leis de direitos autorais, com base na DMCA (Digital Millennium Copyright Act), a lei de copyrights dos Estados Unidos.

De acordo com informações do site Daily Dot, o erro aconteceu por causa do programa que a empresa usa para encontrar URLs que “copiam” seus domínios para confundir os usuários. O software LeakID acabou apontando esse e outras páginas de suporte da companhia do Windows na França.

ANTECEDENTES
Por sorte, o Google percebeu o erro e não tirou os sites de sua busca. Um erro parecido já fez com que o canal HBO retirasse seu domínio HBO.com do ar em fevereiro.

Leia também:  Diante a crise lotes de coelhos são entregues para consumo alimentar na Venezuela

O site TechDirt listou outra falha do sistema, quando um blogueiro recebeu a solicitação de excluir de seu site um arquivo em PDF sobre xadrez que o próprio havia escrito. Claro, o internauta não deletou o conteúdo que ele próprio havia criado.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.