A madeira apreendida é diferente do tipo de material registrado na Nota Fiscal – Foto: Varlei Cordova/AGORA MT
A madeira apreendida é diferente do tipo de material registrado na Nota Fiscal – Foto: Varlei Cordova/AGORA MT

Na noite desta terça-feira (20) agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Rondonópolis apreenderam duas carretas contendo cerca de 100mᵌ de madeira irregular, a ação é resultado da parceria com órgãos ambientas que visa conferir a essência do material transportado.

O PRF Francisco Elcio explicou que anteriormente a fiscalização era voltada mais para conferência do volume e metragem, se eram condizentes com o registrado na Nota Fiscal, mas que agora também será observado se o conteúdo é o mesmo descrito. “Ampliamos nossa fiscalização de forma mais minuciosa e detalhista, agora conferimos também se realmente a madeira transportada é o mesmo tipo citado na nota”.

A iniciativa contou com o apoio do Juizado Volante Ambiental – “JUVAM”, Polícia Militar Ambiental, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (Ibama) e Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (INDEA-MT), pois possuem maior experiência em verificar o tipo de material.

Leia também:  Foragidos por homicídios são presos e caminhão furtado recuperado em Poconé

Esse tipo de ação de combate ao crime ambiental será realizada periodicamente. Os dois veículos e a madeira foram recolhidos para decisão judicial.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.